Análise crítica do filme Aquaman

Sem delongas, Aquaman foi o melhor filme de 2018. Faltando 10 dias para acabar o ano, duvido muito que qualquer outro lançamento seja tão bom quanto este filme foi. E este post vai só enaltecer essa obra-prima do cinema de 2018 em uma crítica que não criticará negativamente absolutamente nada. 

Continue lendo! Essa análise do filme Aquaman não tem spoillers.


Nunca imaginei que o fosse possível fazer um filme sério de um quadrinho que parecia ser tão bobo. Não estou aqui para criticar de forma alguma a criatividade do criador do Aquaman e todo o universo que gira em torno da história do super herói aquático. Mas, voltando no tempo e olhando para desenhos antigos, não dá para dizer que em 2018 o cinema exibiria para o mundo uma mega produção e que nela iria inserir um mundo com tecnologia de ponta tão realista quanto pudemos ver no filme.

História

Aquaman conta a história do herói sem mostrar em riqueza de detalhes como foi a vida do menino peixe se tornar o homem da água. E nem precisa, visto que nas 2h de filme você consegue entender como foi a vida do pequeno Arthur, filho de Atlanta (uma mulher de Atlântida) e de um cara lá que mora na terra seca. Ele cresce, percebe que tem poderes especiais direcionados ao mundo aquático, domina estes poderes com ajuda de um mestre, esconde esta face do mundo comum, conhece sua história, seus amigos, inimigos, trava uma batalha heroica e aceita seu destino: reinar os sete mares.

Efeitos especiais

Se você ler qualquer sinopse sobre o filme você diz que ele é clichê do início ao fim, mas o grande diferencial é a forma como esse "clichê" é exposto a você e é nessa hora que o filme da DC dá um show de produção de efeitos especiais. Certo que muitos ainda parecem ser meio amadores, como em cenas de lutas, quase sempre debaixo d'água, que da para perceber que os personagens são meio robóticos, mas todo o resto que é fantasioso é excepcionalmente muito bonito e bem feito: os bichos, monstros, os cenários...


Tudo feito com riqueza de detalhes e bom gosto. É tanta cena de encher os olhos d'água (literalmente) que os erros mais grotescos na edição ficam mínimos.

Trilha Sonora

Aquaman consegue te aproximar aproximar tão bem desse mundo fabuloso e quase oculto dos oceanos que coisas simples e comuns de se ver, como tubarões e baleias se tornam apaixonantes e especiais, como sons de batidas fazem seu coração palpitar. A trilha entra na hora certa e provocam as emoções mais esperadas, tornando cada momento excitante e memorável. 

As músicas do filme Aquaman ficaram mais emocionantes ainda quando inseridas em meio ao contexto. Como quando toca a releitura de Ocean to Ocean na voz de Rhea e Pitbull, ou na caribenha Comfortable do Romen Jewels feat Kimani te aproximando da temática do filme. Sem falar dos agradáveis eletrônicos que tocam Atlântida e a tornam cibernética a primeiro mundo.

Texto e Roteiro

Aí você diz: "ah, pois se teve muita cena bonita e muitos efeitos especiais, o filme não fala muita coisa". Pelo contrário. Através da história épica e heroica, é possível perceber questões morais, sociais e até religiosas, partindo daí para questionamentos que antes você não tivesse antes, mesmo sobre a história do personagem, quisá sobre a própria história do homem e deste planeta em que vivemos.

Apesar de a história ter a base meio clichê (de um reino, com princesa casando a força, príncipe regente que não quer perder o poder para  o verdadeiro herdeiro, com quem trava uma batalha e perde para que o mocinho triunfe ao lado da amada e viva felizes para sempre), o roteiro consegue te imergir nas profundezas do universo subaquático sem te afogar no mesmo de sempre. Até o texto previsível e clichê fica bonito e poético mediante a estrutura colocada pelo roteiro.

Elenco e personagens

Aquaman é tão bom que o personagem principal é só mais uma das centenas de coisas impressionantes que você vê no filme.


De forma singela, o personagem Arthur vai assumindo o seu papel de herói e ganhando aos poucos o nosso amor. O ator Jason Mamoa por sua vez é inquestionavelmente perfeito para o herói dos quadrinhos. Apesar da cara de vilão, que é própria do ator, a gente acaba entendendo que ele só é meio na dele mesmo e em alguns momentos, meio molecão.

Muitos devem ter criticado a atriz Amber Heard por ela ser 'novatinha e novinha', mas ela assumiu com bastante garra a princesa Mera e convenceu por meio de sua própria atuação de como é a personalidade da mulher do principal. Desconstruindo a princesa que geralmente é mocinha e assumindo a guerreira fatal e inteligente que tanto as mulheres quanto os homens adoram.


A atriz já declarou que quer um spin-off da Mera, mas creio que a personagem por si só não sustenta um filme próprio e talvez as empresas envolvidas não queiram arriscar milhões assim de cara, mas se a franquia-seriada da DC se firmar de vez, por que não? Mera é incrível!

Atlanta é impecável. Nicole Kidman ficou perfeita no papel da mãe do Aquaman. Quase a virgem Maria do fundo do oceano. E a cena dela lutando contra os soldados de Atlântida? Incrível!


O que dizer da atuação de Patrick Wilson em Aquaman? Perfeita! O Mestre do Oceano é sério, viril, habilidoso, inteligente, sagaz, lindo! Mesmo sendo vilão, sei que muitos se ajoelhariam para ele. 


Ainda bem que... Ok, acho que ia dar spoiler... Mas enfim... próximo!

Willen Dafoe também cumpre com excelência o seu papel de mentor, mestre, conselheiro, amigo e nada fiel-escudeiro no papel de Vulko.


Dolph Lundgren no papel do Rei Nereus também ficou excitante. 


Já Yahya Abdul Mateen II no papel de Arraia Negra é algo que precisamos conversar melhor. Quanto ao papel de vilão do Aquaman, ele somente conseguiu passar pra gente a missão de odiá-lo por que o roteiro já nos incita a isso, mas em relação a escolha do ator. Acho que foi meio fraquinho. 


O que teve de ruim no filme Aquaman é uma sardinha comparado a um oceano de acertos. A escolha do ator do Arraia Negra foi fraca, as cenas na Itália foi desnecessária e a cena do deserto foi cansativa. Nós queríamos água!

No resumo da obra, Aquaman deixa um desejo que querer ir cada vez mais fundo na imensidão que é esse mundo subaquático. Vamos esperar que venham mais filmes do herói e que todos eles mostrem esse mundo fabuloso que a gente mal conhece e que sempre esteve debaixo de nossos olhos bem antes mesmo de estarmos aqui.

Nota: 10,0

Se gostou desta publicação e curte os artistas aqui citados, compartilha com seus amigos e segue este blog nas redes sociais. Aqui tem o conteúdo mais pop da internet. Continue acessando!!!

Comenta aí...

Compartilhe

Olha isso...

Anterior
« Mais posts
Proximo
Outros posts »