Dancing Queen da Cher está imbatível!

Mel tels! Não posso deixar de comentar o álbum Dancing Queen da Cher. Ele simplesmente está totalmente imbatível e merece uma análise de música a música por que este é um grande marco na música pop: uma deusa regravando maiores sucessos do ABBA.

Fica um pouco mais e vem ler esse dedo de proza pop.


Só pra constar neste post, o álbum Dancing Queen é o vigésimo sexto álbum de estúdio da artista musical norte-americana Cher. Lançado em 28 de setembro de 2018, é o primeiro material da cantora desde Closer to the Truth. Feitas às honras, vamos à análise.

Dancing Queen

Para começar com chave de ouro, a primeira música é a grande majestade do álbum. Dancing Queen na versão da Cher ficou simplesmente tão original quanto a versão original do ABBA. O áudio é bem renovado, parece remasterizado mas ainda dá aquela sensação de antigo, apesar de ser bem contemporâneo. Simplesmente uma música atemporal.

Gimme! Gimme! Gimme! (A Man After a Midnight)

Quando Gimme! Gimme! Gimme! começa a tocar, não tem como ficar parado! Claro que tem o lado desta música ser super bem produzida, mas conveniamos, vem aquela emoção de ouvir Hung Up da Madonna, que carrega o mesmo sample da música do ABBA e que foi responsável por resgatar o hit da banda há anos atrás. Dá até pra achar que a mesma edição foi usada neste álbum. Será?

Se tem uma grande verdade sobre esta música é que por toda a eternidade ela será sempre nova. Os sons futurísticos e dançantes dela acompanhado de uma melodia e letra marcante fará que ela seja eternamente um hino.

The Name of the Game

Para dar aquela descansadazinha após dois hinos, a música The Name Of The Game vem emocionar os fãs do ABBA. Dá até a sensação que esta música sempre foi da Cher.

SOS

Emoção mesmo fica por conta da música SOS, que eu tenho certeza que os fãs do ABBA tiveram um pouco de resistência com esse hit na voz da Cher, mas que a esta altura do campeonato, já devem ter aceitado que a deusa do pop consegue emplacar a mesma emoção da banda.

Só o clipe de SOS que deixa a desejar, por que a cantora não aparece em cena, mas vamos confiar que nos próximos clipes de Dancing Queen, Cher dê as caras divando como sempre fez.

Waterloo

Claro que não poderia faltar Waterloo, um clássico do ABBA. Na versão da Cher, ela ganhou um peso mais rock, mas não deixou de ter aquele clima de festa barrados no baile.

Mamma Mia

Quando se fala em música do ABBA o que vem a mente? Mamma Mia, claro! A música que não poderia faltar neste álbum. E foi exatamente por causa dela e do filme lançado recentemente que veio a ideia do projeto de Cher regravar músicas do ABBA. 

Mamma Mia da Cher ficou bem graciosa, mas acredito que a grande maioria concordará que a versão original do ABBA é insuperável.

Chiquitita

Senta, que lá vem a história! Na verdade, lá vem a música... Chiquitita do ABBA é uma das músicas mais apaixonantes que eles gravaram, mas na voz da Cher, simplesmente ficou superior a versão original. Esta música merece um clipe bem estilo anos 80 e com história que contemple a letra da música.

Fernando

ABBA só tem hino, meu bem! Fernando é outra música que não poderia faltar no álbum, senão os fãs crucificariam a produção deste mega tributo ao ABBA, assim como a música a seguir...

The Winner Takes it All 

A maior balada do ABBA não poderia faltar no álbum Dancing Queen da Cher. Sabemos que todos esperavam por esta versão e nada modestamente ela nos convence de que ficou tão boa quanto a música original da banda. Salvo somente as críticas em torno da batida dance que tirou um pouco da emoção da canção, mas podemos justificar de que compõe o projeto original do álbum: emoção na pista de dança.

One Of Us

Para finalizar esta versão standard de Dancing Queen da Cher, a música final é One Of Us. Particulamente, acredito que foi uma decisão bem alternativa escolher esta música ao invés de muitas outras que são tão mais famosas e emocionantes. Mas acredito também que deva existir uma relação pessoal de algum dos envolvidos neste projeto com esta canção. Será que é uma das preferidas da Cher?

Por falar em músicas que faltaram no álbum Dancing Queen da Cher, eis que fica a dúvida, por que será que Super Trouper não foi lançada de cara no álbum, sendo que ela já foi gravada na voz da Cher para a trilha sonora do filme Mamma Mia 2? Deve ser para não atrapalhar nas visualizações dos streamings do soundtrack ou talvez por que tem mais gente cantando com Cher... Não sei! Algum motivo tem.

Outra música que merece ser gravada pela Cher é Knowing Me, Knowing You. Esta pode ter certeza de que seria facilmente superada por Cher. Precisamos fazer com que o pedido de regravação chegue até a deusa pop.

O que podemos tirar de lição do novo álbum da Cher Dancing Queen é que ela é uma baita de uma intérprete! Uma cantora completa que encara qualquer parada e faz jus a décadas de sucesso e ao talento que não se perde com o passar dos anos.
Se gostou desta publicação e curte os artistas aqui citados, compartilha com seus amigos e segue este blog nas redes sociais. Aqui tem o conteúdo mais pop da internet. Continue acessando!!!

Comenta aí...

Compartilhe

Olha isso...

Anterior
« Mais posts
Proximo
Outros posts »