Novinhos do pop e as verdades na música

O pop nunca esteve em alta tanto quanto nestes últimos anos. A última vez que isso aconteceu, foi no início dos anos 2000 quando uma gama de artistas novos surgiram dando continuidade ao bom trabalho dos melhores cantores dos anos 90 como Madonna, Michael Jackson, Spice Girls e Backstreet Boys. Inclusive, foi a época que consagrou grandes nomes do pop como Britney Spears, Christina Aguilera, Jennifer Lopez, Pink entre outros que hoje são tidas como megastars.

Mas a verdade que atualmente o mundo pop está congestionado com dezenas de artistas muito parecidos aplicando as mesmas técnicas de hitar no meio de crianças e adolescentes que trataremos aqui como 'novinhos do pop'. E apesar de ter cantores suficiente para todos os gostos, essa inflação de música igual acaba arruinando o mercado e depreciando a todos que curtem o melhor estilo musical de todos. 

Aqui serão faladas muitas verdades sobre a música pop de todos os tempos e terá uma crítica severa ao pop atual que você precisa entender e aceitar!


A primeira verdade na música é que o pop mudou, do início dos anos 50 até os anos 80, dos anos 90 até metade da década de 2000 a 2010 e o que vivemos nos dias de hoje e em todos estes períodos. A maior verdade é que os jovens sempre comandaram e comandarão o que é mais pop ou menos pop na atualidade. Atualmente, por que são eles que estão diretamente envolvidos com tudo que vai surgindo e conseguem perceber o que chama mais atenção dentre as coisas novas e fazem dela um sucesso. Isso por que muitos não trabalham, estudam, cuidam de filhos, cachorro e de casa ao mesmo tempo e tem tempo suficiente para viverem na internet e nas redes sociais compartilhando unicamente isto: música pop.

Mas não é por que os novinhos falam mais que eles falam corretamente. Esse ponto de opinião vale para quem viu e viveu mais tempo, além do que já provou de tudo, fazendo valer uma máxima que diz que "nada se cria, tudo se copia". Ou seja, quando um novinho do pop chega dizendo que sua diva é rainha, a experiência dele é somente com o que viveu relacionado a ela. Quando na verdade ele não sabe de fato ou experimentou na realidade o que outras divas antes dele fizeram no mundo da música.

Na primeira onda de músicas pop é que podemos dizer que muitos tinham estilos originais e únicos, mas ainda assim acontecia de eles recriarem algo mais antigo e torná-lo mais agradável e atualizado à novas gerações. Foi o caso do Elvis Presley, The Beatles, Cher, Aretha Franklin entre outros artistas entre as décadas de 50 a 80.


Não é de hoje que isso acontece... Se você notar, existiram e sempre existirão novinhos no pop que se acham donos da indústria da música. Na época que Britney Spears se lançou no pop, ela conseguiu alcançar os topos do mundo, chegando aos céus num sucesso tão grandioso como o da Madonna e Michael Jackson. Quem a colocou lá? Os novinhos do pop! Quem foi considerado como deixado para trás? Artistas mais velhos como Cindy Lauper e Gloria Estefan que eram o auge na segunda onda de música pop de todos os tempos.


Madonna surgiu também nesta época e quase entrou em crise quando os novinhos colocaram Britney nos arranha-céus. Mas os que ditaram Britney como o maior nome do pop não conheciam o que foi o movimento gold dos anos 50 a 80, quando Elvis Presley, The Beatles, Rolling Stones, Cher, Whitney Houston e artistas dominavam a música ao redor do mundo sem a tecnologias da globalização e internet. Esses são alguns dos artista da primeira onda do pop.


A segunda onda de música pop trouxe muitos nomes que hoje são consideradas as rainhas da música. Quando Madonna, Cindy Lauper e Gloria Estefan surgiram no mundo pop, elas foram as artistas jovem que eram vibradas pelos novinhos do pop que queriam se libertar dos padrões da época. Madonna por sua vez foi uma guerreira e saiu conquistando o mundo com algo que ia além de sua música, colocando uma razão maior além do que simplesmente vender álbuns.


Madonna lutou pela arte e por questões sociais de uma forma que serve de molde para qualquer artista que se lance no pop. A partir dela, nada mais é original. Sim! Existe uma fórmula Madonna de fazer sucesso que é usada até hoje. Assim como existe uma contra-fórmula que também é baseada na Madonna e que dá muito certo. E esta segunda que faz novinhos do pop acharem que suas divas são rainha de qualquer coisa.


A terceira onda do pop trouxe Britney Spears, Christina Aguilera, Pink, Jennifer Lopez, Justin Timberlake, Kylie Minogue, Beyoncé, Shakira, Avril Lavigne, N'Sync, Nelly Furtado, Toni Braxton, Eve, 50Cent, Eminem, Alicia Keys, Anastacia e diversos artistas colocados pelos novinhos dos anos 2000 como os donos da porra toda.


Nomes como Cher foram tidos como superados. Só que a cantora até hoje é uma das maiores inspirações de artistas lançados atualmente. Prova de que os novinhos do pop se doam por seus artistas e desmerecem outros quando na verdade, eles são a fonte de criação de muitos. Aretha Franklin por exemplo, ainda é a rainha do soul. Whitney Houston mesmo sendo superada em voz por cantoras da atualidade, ainda é considerada a diva com a voz mais surpreendente e inesquecível de todas.

A segunda onda do pop foi tão fértil que até atrizes e outras celebridades queriam se lançar como divas pop, como foi o caso da Hillary Duff, Lindsay Lohan, Paris Hilton e até a Kim Kardashian, mas todas floparam! Só que até então, os novinhos dessa geração ainda eram tolerantes e cada um dançava no seu quadrado. Enquanto cantoras como Madonna, Cher, Mariah Carey, Celine Dion e outras continuavam dominando o pop.


Por conta da inflação no mundo pop, muitos tiveram que correr para estilos diferenciados. Nesta época, o hip-hop voltou com mais força ainda. Beyoncé se lançou em carreira solo com forte influência, Jennifer Lopez também veio com batidas mais blacks ao invés do pop do início de carreira. Mariah Carey também se rendeu ao som e Madonna ainda esteve por ali se segurando no pop, mas mais tarde veio se juntar ao estilo do momento e foi quando a quarta onda do pop deu início com Lady Gaga trazendo o pop ao topo seguida de vários artistas novos.

Apesar de a mamãe monstro vir com uma legião de novinhos do pop, ela ainda converteu órfãos do pop que não gostavam da batida black. E com já estávamos na era da internet, eis que o sucesso da Gaga explodiu rapidamente ao redor do mundo. Com seu jeito extravagante, excêntrico, muito gás para fazer shows, clipes e dar a cara a tapa sem nada a perder, Lady Gaga foi considerada por milhões como a nova rainha do pop e uma nova era se fez na música.


Sim, Lady Gaga assim como Madonna foi uma divisão de águas em seus surgimentos. Madonna por ser original e trazer algo maior além de sua música e arte e Lady Gaga por reviver essa chama que parecia apagada na industria do pop, numa época que muitos cantores estavam se dedicando ao hiphop. Como a mother monster era uma artista nova e os novinhos conseguiram colocá-la no céu, eis que surgiu uma nova era do pop. A era dos reinados.

A quarta onda do pop veio regido pelo tom de monarquia e por conta disto, foi inserida na indústria da música a era dos conflitos entre fãs-bases: todos eram reis de alguma coisa e a maioria era considerada como a rainha do pop. Já que Madonna parecia distante em suas causas sociais e com um álbum com pé no hiphop com poucos singles. Aqui foi quando deu início às guerras no mundo pop. Se na onda passada os artistas novos queriam mostrar seu talento sendo tão bom quanto os antigos, aqui os novos artistas queriam ser melhores e maiores. Foi a era da ganância liderada mais uma vez por novinhos do pop naquela atualidade, que passaram a ser militantes e guerrilheiros por seus artistas e também o fim do conceito verdadeiro sobre o termo Divas.


Aqui foi quando surgiram as Divas do pop, liderados por Lady Gaga, Katy Perry, Rihanna, Taylor Swift, Selena Gomez, Nicki Minaj, Miley Cyrus, Ariana Grande, Demi Lovato entre outras. Nessa época, Beyoncé já corria atrás de ser Queen B e Mariah Carey e outras divas sereias passaram a ser divas pop. Outros nomes de grande poder que também explodiram nessa geração foi Justin Bieber, Bruno Mars, One Direction, Fifth Harmony e Little Mix. Foram anos surgindo cantores com grandes fãs-bases. Exércitos formados pra atacar!


Era tanta guerra e conflito nessa época que até hoje não se consegue manter um diálogo pacifico sobre o pop com opiniões contrárias na internet. Por que foram criados muitos simulacros a cerca desses novos artistas, como:

Lady Gaga querendo ser melhor que Madonna;
Selena Gomez melhor que Britney Spears;
Demi Lovato a nova voz da geração no lugar de Christina Aguilera;
Justin Bieber novo príncipe do pop no lugar do Timberlake;
Rihanna versão da Beyoncé não desenvolvida por que Jay Z não deixava;
Nicki Minaj a maior rapper de todas no lugar da Eve ou Missy Elliot;
One Direction maior que The Beatles e melhor que N'Sync;
Bruno Mars o novo Michael Jackson;
Fifth Harmony maior que Spice Girls;
Ariana Grande a nova Mariah Carey...

Nesta época, sempre existia um duelo de pop entre fãs na internet. Há quem ainda insista nestas comparações e estes são os mesmos que não percebem que isso só limita o seu artista favorito a aos trabalhos de outro mais renomado. As fãs-bases que praticam essas atitudes são as mais perigosas na internet e com certeza, devem reclamar mais ainda dos fãs da próxima onda do pop, que nasceu nesses dois últimos anos.

Enquanto novinhos do pop se digladiavam por seus artistas, as veteranas do pop, mesmo com todo fogo cruzado pelos sedentos por novas direções, só se tornavam maiores e lendárias ao longo dos anos sem precisar guerrear contra ninguém, ao contrário, firmando parcerias inesquecíveis. 


Enquanto muitos fãs brigavam por coloca seus artistas no lugar de outros artistas, nomes alternativos foram considerados como originais por serem incomparáveis com outrem. Era o caso da SIA, Lorde, Drake, Ellie Goulding, Lana Del Rey, Sam Smith, Marina And The Diamonds, Ed Sheeran, Florence and the Machine, entre outros.

O cenário pop da era passada estava tão guerreada que hoje das ruínas surgem cantores sem talento vocal e sem qualidade sonora. A atual onda do pop surgiu com uma fábrica desvairada de artistas novos e sem muita qualidade. Agora existe uma deturpação clara da realidade, não são mais lançados novos artistas talentosos e sim, novos produtos. Faz maior sucesso quem tem maiores investimentos financeiros e tem grupo de novinhos militando na internet e redes sociais. Os artistas pop de hoje nem influem nem contribuem, mas são ovacionados por seus novinhos como reis.

Atualmente os novos artistas do pop são Bebe Rexha, Zara Larsson, Dua Lipa, Becky G, Marin Garrix, Halsey, Camila Cabello, Tinashe, Alessia Cara, Shawn Mendes, Austin Mahone, entre outros de nome tão pequeno que fogem até das pesquisas do Google, mas que se forem ver, possuem milhões de seguidores mais que veteranos do pop e tem o dobro de visualizações em qualquer plataforma de streaming.


A verdade é que novamente o pop está congestionado e dá para perceber que o latino reggaeton e os eletrônicos de DJs famosos estão crescendo e distanciando-nos do que realmente é pop (assim como o funk e tecnobrega no Brasil,  mas não vamos levar esta discussão a nível nacional), provando que mais uma vez o pop está em alta e prosseguindo para mais um fim. Cher ainda é um dos maiores nomes vivos no pop. Madonna é rainha até hoje. Britney Spears reina também. Taylor Swift ainda causa. Será que sua diva vai ser alguém na próxima onda do pop?  

Certamente quem não tem talento logo será trocado por um novo produto, se algo extraordinário não acontecer daqui para frente, o que é pouco provável por que esse looping pop gira há anos. 

O mundo vai parar de lançar artistas novos? Não! Vai parar de nascer fãs de música pop? Não! O que tem que parar e acabar é com a intolerância e perseguição entre fãs-bases! Essa competição que só existe entre fãs novos de música pop e que não leva a lugar algum.

Se gostou desta publicação e curte os artistas aqui citados, compartilha com seus amigos e segue este blog nas redes sociais. Aqui tem o conteúdo mais pop da internet. Continue acessando!!!

Comenta aí...

Compartilhe

Olha isso...

Anterior
« Mais posts
Proximo
Outros posts »