Fatos interessantes sobre o pênis


Apesar de não falarmos explicitamente do assunto, por se tratar da intimidade do homem e seu melhor amigo, tem coisas que não deveriam ser consideradas tabus e muito menos deveriam existir simulacros em torno do tema, uma vez que fatos são inquestionáveis e no caso destes que você verá aqui, falar sobre pênis deveria ser a coisa mais normal do mundo.

Existem muitos questionamentos e piadinhas em torno do assunto, mas fatos precisam ser tratados como fatos e aqui você verá alguns dos mais interessantes sobre o homem e seu melhor amigo, pênis.

Tamanho médio

O tamanho médio do pênis é 14cm ereto em escala global. Segundo estudo no Journal of Sexual Medicine a maioria dos homens tem cerca de 14 cm de comprimento quando está a ponto de bala. Os tamanhos variam entre 08 a 26cm. No caso da pesquisa brasileira, o tamanho médio do pênis é 15,5cm. Vale ressaltar que a maioria dos homens mentem cerca de 4cm acima do tamanho real. Então, se disserem que é 19cm, pode esperar que ele ta na média dos 15cm.

Mole e duro

Segundo vários estudos publicados no Journal Of Urology, o pênis mole não representa o pênis duro. Ou seja, é quase impossível prever qual tamanho o pênis vai ficar só olhando em estado flácido. Mas alguns estudos mostram que quanto menor o pênis, maior será o crescimento. Ele tende a aumentar cerca de 4x o tamanho. No caso dos pênis grandes quando flácidos, o aumento fica em torno de 1,2x o tamanho. A explicação está no fato de que o tecido do pênis grande está dilatado e só se incha quando está na hora H e no caso dos pênis pequenos, eles estão contraídos por proteção natural.

Vergonha alheia

30% de uma amostra de homens se diziam muito insatisfeitos com o tamanho do documento. O estudo revelou que a frustração vem do medo da não satisfação ao outro na hora do sexo, no entanto, o problema foi criado a partir do mito de que homens com pênis grande eram melhores no sexo. Alguns homens estavam tão estressados sobre o tamanho do órgão que temiam que os outros fossem capazes de ver o tamanho ou a forma de sua genitália através de suas calças.

Formatos

Não é mistério para ninguém que apesar de todos possuírem as mesmas coisas, o molde muda de um para outro. Tem uns grandes, outros pequenos, outros grossos, finos, tortos para esquerda, torto para a direita, para cima e para baixo. Agora imagina um ou mais desses tipos num só pênis. Então, quem vê volume na calça não vê formato. 

Tamanho não é documento

Um estudo provou que quanto maior o tamanho do pênis, maiores também são as probabilidades de o parceiro sexual sinta mais prazer. Nas relações heterossexuais, órgão mais longo provavelmente é mais apto a estimular o clitóris e o cérvix. Já nas relações homossexuais, o tamanho grande estimula uma parte do cérebro do parceiro que libera hormônios e aumentam a sensação de saciedade no sexo. No entanto, o fato de alguém ter um pênis grande não tem nada haver com o desempenho na hora do sexo. Uma pessoa sem experiência pode machucar o parceiro, por exemplo.

Tamanho proporcional ao corpo

O fato de o homem ser grande e forte não quer dizer que o pênis dele será igual. Pesquisadores da universidade inglesa College London revelaram num estudo que cada órgão do corpo é gerado através de um gene distinto e quase independente. Assim um homem gordo e baixo não terá um pênis grosso e pequeno, bem como um homem alto e magro não terá um pênis grande e fino. 

Homem com dois pênis

Ocasionalmente pode acontecer de um homem nascer com dois pênis. Existem milhões de casos ao redor do mundo. E sim, os dois órgãos funcionam em condições normais, porém, apesar de ser interessante saber do assunto, devemos lembrar que por se tratar de uma anomalia, pode ser que a estética dos dois não seja muito bonita.

Espinhos

Foi comprovado cientificamente que o pênis já teve espinhos! Porém isso aconteceu há cerca de 700.000 anos atrás, na época dos homens Neanderthais. Com a evolução do homem, esse fato ficou para trás. Hoje no máximo que você pode encontrar são espinhas - comuns em muitos homens.

Ereções noturnas

A maioria dos homens tem de três a cinco ereções por noite durante a fase de sono do movimento rápido dos olhos (REM). Essa ação noturna aparentemente mantém o membro masculino em forma – órgãos que não apresentem erecções regulares correm o risco de perder sua elasticidade e encolher.

Prepúcio

Tem homens que tem, tem homens que não tem mais e tem homens que ainda vão jogar fora. O prepúcio é um tecido que cobre a glande no período em que o pênis está flácido e geralmente se estica quando o pênis está ereto. Alguns homens conseguem desenvolver naturalmente esse processo, no entanto outros não conseguem e se sujeitam a medidas médicas para a remoção completa do tecido a fim de evitar doenças causadas pelo acúmulo de sujeira que surgem na região interna do pênis. Aos que não buscam esse tipo de tratamento necessário, fica o risco de contrair até doenças. O mesmo pode ocorrer a quem não precisa retirar o prepúcio e não possui um mínimo de higiene pessoal.

Ejaculações

Pênis pequeno não é sinal de ejaculação precoce assim como pênis grande não é sinal de ejaculação tardia. A ejaculação precoce é um problema da cabeça de cima. Trata-se de uma ausência parcial de controle emocional e físico, onde o homem não controla informações no cérebro que manda mensagens para o corpo que reage com a surpresa inevitável. Não tem nada haver com o tamanho do membro.  

Muitas destas curiosidades e fatos interessantes vocês encontram nos sites LiveScience e Hypescience.
Se gostou desta publicação e curte os artistas aqui citados, compartilha com seus amigos e segue este blog nas redes sociais. Aqui tem o conteúdo mais pop da internet. Continue acessando!!!

Comenta aí...

Compartilhe

Olha isso...

Anterior
« Mais posts
Proximo
Outros posts »