Relembre todas as turnês da Madonna

Madonna é a rainha do pop e das turnês mundiais! Nenhuma outra artista fez tanto nos palcos e tão fabulosamente quanto Madonna.  Relembre todas as turnês da Madonna!

Não é de hoje que Madonna faz grandes shows. Desde o início de sua carreira, a Material Girl chama a atenção do mundo por sua engenhosa criatividade e coragem, seja em ousar nas roupas, coreografias, letras das musicas ou ideologia passada em cada tour. Como diria a Ru, Madonna tem "carisma, singularidade, coragem e talento".

Na The Virgin Tour (1985) do tempo do ronca, ela causou vestida de noiva moderninha (que hoje é muito careta) dançando sensualmente, fazendo alusão à virgindade e castidade das noivas daquela época. Foi nessa época que ela emplacou “Holiday”, “Material Girl”, “Like A Virgin”, “Lucky Star”, “Bordeline” e “Crazy For You”, alguns dos seus maiores sucessos.


Naquela época, era natural de que o pop fosse irreverente e colorido, como o figurino usado por Madonna nesta turnê.

Na Who’s That Girl Tour (1987), ela respondeu o que o mundo queria saber, Quem é essa garota? Respondendo: Eu sou a Madonna, prazer mundo! Aproveitando a deixa de seu filme ‘Who’s That Girl?’ (Quem é essa garota?). Em DVD, a turnê ganhou o título de “Ciao, Itália! – Live From Italy”.


A Blond Ambition (1990) deu o que falar, abordando temas sobre sexualismo e religião. O Papa não gostou nadinha do show da moça dos peitos pontudos, que não se inibiu e rodou o mundo fazendo e acontecendo. Essa turnê foi considerada pelos críticos como uma turnê que revolucionou o mundo das turnês.


A Rolling Stone a descreveu a turnê "The Blond Ambition" como "elaboradamente coreografada, extravagantemente sexual e provocativo", e a proclamou a "melhor turnê do ano". Foi a partir dela que a diva do pop ganhou o título de Rainha.

The Girlie Show (1993), trouxe menos dor de cabeça para o Papa, mas não veio menos polêmica que as turnês anteriores. Iniciando com uma dançarina extremamente nua descendo numa barra de pole-dance, antecedendo a uma das mais polêmicas musicas da cantora “Erotica” (overerotic, isso sim). Depois ela colocou para ferver na musica “Fever”e ainda simulou "tudo" entre os dançarinos na canção “Deeper And Deeper”. Pense num fogo que ela tava nessa turnê.


Em Drowned Wolrd Tour (2001) ela deu uma encaretada, conveniamos, mas não podemos esquecer que ela não deixou em nada a desejar na composição do show, que agradou a gregos e troianos súditos da rainha. Foi a partir dessa turnê que ela começou a trabalhar estações dentro de um só show. Quem assistiu ao concert viu Madonna pop, rock, oriental, cowntry, latina e dance. A crítica chegou a acreditar que seria o fim da cantora, mas engaram-se os que pensaram assim.


Em Re-Invention Tour (2004), Madonna realmente se reinventou. Nessa turnê ela foi sustentada por uma forte carga ideológica junto de um documentário pessoal da cantora. As musicas repletas de mensagens construtivas fizeram com que ela crescesse novamente no olhar de todos. Um dos grandes desafios dessa turnê foi Madonna ter a ousadia de entrar no meio da guerra entre os Estados Unidos e o Iraque, ao cantar e dançar tanto nos Estados Unidos quanto em Israel temas como militarismo e religião.


Em 2006, Madonna confessou para o mundo como é que se faz um mega show. The Confessions Tour sem duvidas é a maior turnê de todas da cantora – até o presente momento. Nela, Madonna trouxe a maior estrutura de palco e o maior número de atrações numa turnê. Sem falar em toda a direção de arte e escolha do repertório.

Novamente chocou ao mundo quando subiu na Cruz e arrasou o corações de seus fãs ao fazer ressurgir das cinzas, como uma fênix, a rainha das pistas de dança.

Nessa turnê teve Madonna para todo mundo. Para quem gostava de uma Madonna mais conceitual, pop, rock, glam punk, acústico e dance floor do tempo da disco fever. Não tendo do que reclamar, os fãs preferem dizer apenas que faltou a canção “Holiday” para fechar a festa.


Se você perguntar a um fã da Madonna qual a melhor turnê de todas, provavelmente 80% dirão que a "Confessions Tour" é a melhor turnê da Madonna!

O Brasil em foco, vibrou tanto com essa turnê, em ter perdido esse grande show, que foi feito um manifesto grandioso na rede por a cantora ter deixado de lado o Brasil da lista das apresentações. Tão grande foi esse manifesto que a própria Madonna publicou na sua página na internet de que o Brasil entraria na sua próxima lista. Dito e feito! Madonna veio com Sticky & Sweet Tour em 2008.

A turnê começa logo com Madonna sentada num trono, mostrando que ela é a rainha! Seguindo adiante com uma sucessão de grandes hits como "Vogue" numa das melhores performances em uma turnê, "Music" de um jeito boogie woogie, "La Isla Bonita" bem espanhola e até mesmo um momento dedicatório a Argentina com o hino "Don't Cry For Me Argentina".


Em Sticky & Sweet Tour, Madonna continuou com a mesma estrutura de agradar a gregos e troianos súditos seus. Ela dividiu o show em estações denominadas por gansgta pimp, old school, gypsy e futurístico. 

O sucesso da turnê foi tamanho que ela decidiu voltar a se apresentar no país. Em 2012 Madonna trouxe mais uma turnê mundial ao Brasil, a fabulosa "MDNA Tour" com uma estrutura de palco magnânima, e uma pegada religiosa e provocativa como só Madonna faz com perfeição.


Todas as performances da "MDNA Tour" estavam impecáveis. Seja na capelinha, na abertura do show, como quando ela corre para um lado e outro com uma arma na mão e muita sede de vingança no coração em "Gang Bang", explodindo com sua guitarra em "I Don't Give A", agitando em "Give Me All Your Luvin', "Express Yourself" e cutucando Lady Gaga com um snipet de "She's Not Me" e cantando "Born This Way".

E na sua décima turnê mundial Madonna traz em 2015 a alternativa "Rebel Heart Tour". O tema religião não poderia ficar de fora, porém Madonna explorou muito mais a cultura, seja nas roupas orientais, como na versão Detroit anos 80 ou mesmo a versão cabaret dos anos 50.


Apesar de clichê, a mais pura verdade é que Madonna é como vinho, quanto mais velho, melhor e mais caro! E tudo faz valer a pena, por que ano após ano, Madonna investe pesado no seu show e não somente "leva embora o nosso dinheiro", mas deixa um legado mundial, que a gente sempre vai recordar.

Vida longa à Rainha! do Pop e das turnês mundiais!


Se gostou desta publicação e curte os artistas aqui citados, compartilha com seus amigos e segue este blog nas redes sociais. Aqui tem o conteúdo mais pop da internet. Continue acessando!!!

Comenta aí...

Compartilhe

Olha isso...

Anterior
« Mais posts
Proximo
Outros posts »