Cinquenta tons de crítica

Desde o lançamento do filme Cinquenta Tons de Cinza nos cinemas ao redor do mundo, a crítica, tem batido em cima de cada detalhe do filme. Das cenas pouco "sexy" como disse Madonna, da escolha errada dos personagens, até mesmo da trilha sonora broxante nos horários mais inoportunos da trama.

Não é de hoje que existe exigência nos filmes adaptados de best-sellers. Está para ser produzido um filme fiel ao livro, com seus detalhes, pontos e vírgulas. É natural de que Cinquenta Tons de Cinza sofra como os demais antes dele.

Uma coisa é certa, o filme mereceu! Desde que o livro começou a se tornar uma febre mundial, que começaram a especular sobre a produção do filme, os envolvidos na história tem tratado o projeto como o quarto mistério de Fátima e um dos presente do nascimento de Jesus. Foram tantos banhos marias na produção que acabou merecendo as críticas que está recebendo.

A escolha dos personagens foi uma. Fizeram um abaixo assinado com mais de 50 milhões de assinaturas para que o personagem de Christian Grey fosse o ator Matt Bommer e o mesmo recusou a trama por que não aceitaria fazer um nu frontal e o que aconteceu de fato? O filme nem teve esse tal nu frontal e o ator Jamie Dornan acabou declarando que é o "oposto" ao bilionário do filme.

As cenas que as mulheres mais esperaram ver no filme foi outra. O que mais se via as leitoras do livro Cinquenta Tons de Cinza comentar sobre a relação de Christian Grey e Anastacia era de que a descrição dos dois era mais condizente com a percepção sexual das mulheres e na hora H, o filme traz cenas que os homens mais gostam de ver, mas nem com tanto sadomasô assim.

Para quem esperava muitas cenas de sexo é melhor acessar na internet. Só existem quatro momentos no filme em que aumenta-se o clímax. Nestas cenas, Anastacia é amarrada por Christian Grey com cordas duas vezes, outras duas com uma gravata na cor cinza, claro. Ele dá cinco tapas, cinco chicotadas e meia dúzia de “cintadas” na personagem e fim. Nu frontal, só que não. Sem contar com as críticas ao excesso de sangue mestruado.

Será que esse deslize foi claramente comercial? Com certeza, mas nem na audiência eles conseguiram ter um momento de glória. A arrecadação do filme agora que chegou à metade do que previam os analistas de mercado. Até esta semana de carnaval, foram arrecadados cerca de R$240,00 milhões, onde se esperavam R$500 milhões.

O resultado pós lançamento de Cinquenta Tons de Cinza é que os fãs ficaram frustrados com a ilustração do livro, os religiosos protestando o excesso, os pecadores reclamando da falta, a justiça alegando de que aumentaram-se os acidentes sexuais. Agora fica a pergunta: valeu a pena criar tanta expectativa?

"O último tango em Paris", de 1972 e cacetadas é mais quente do que Cinquenta Tons de Cinza. Melhorem...
Se gostou desta publicação e curte os artistas aqui citados, compartilha com seus amigos e segue este blog nas redes sociais. Aqui tem o conteúdo mais pop da internet. Continue acessando!!!

Comenta aí...

Compartilhe

Olha isso...

Anterior
« Mais posts
Proximo
Outros posts »