Madonna rainha do pop e da música

30 anos de carreira da Rainha do POP, Madonna.

Madonna aos 54 anos de idade e 30 de carreira já conquistou milhões de fãs e ganhou bilhões de dólares na economia mundial, vendendo de tudo: sua música, seus shows, filmes, documentários, livros, grife de roupas etc.

Mas o que ela consegue vender que a torna uma das mulheres mais poderosas do mundo é a sua ideologia.

Desde o início de sua carreira, podemos perceber a maturidade e o crescimento que proporcionaram Madonna ser quem é hoje e permitir que ela faça o que faz sem que ninguém mais consiga pará-la. De menina desvairada, debutante virgem, mocinha objetiva, mulher decidida, mulher provocante, apaixonante, zen, equilibrada, protestante, rainha das pistas de danças e do cenário musical do mundo inteiro até se tornar a maior mulher de todos os tempos, ela percorreu um caminho hard e candy até se tornar sticky & sweet.

Se você ama ou se respeita essa mulher, leia esse super post especial aos 30 anos de carreira da Rainha do POP, Madonna.

30 anos de carreira da Rainha do POP, Madonna.

 Quem diria que aquela menina assanhada, serelepe e com roupas cafonas, que iniciou sua carreira lançando exatamente dia 06 de outubro de 1982, o single "Everybody", chegaria a se tornar a mulher que é hoje: além de cantora, dançarina, produtora musical, empresária, atriz, diretora de filme, mãe, chefe do lar e acima de tudo mulher.

Não podemos negar que, principalmente nos Estados Unidos ainda há essa discriminação com o sexo feminino. Mas para Madonna, isso não é uma limitação, pois ela já conseguiu assumir diversos papéis na musica e servir de referência e inspiração para milhões de outras mulheres.

30 anos de carreira da Rainha do POP, Madonna.

Uma mulher que chamou a atenção do mundo com a sua musica e seu jeito priMadonna de ser, já bateu de frente com ‘quase’ todas às igrejas, ativistas sociais e políticos e que ainda peitou o Papa junto com todo o Vaticano, atiçou guerra com o presidente dos Estados Unidos, só pode fazer jus ao lugar que ocupa hoje e o poder que assume. E para fazer uso desse poder, ela precisa de muito respaldo, respeito e reconhecimento. E quem deu isso a ela? O seu público, seus fãs.
Como que Madonna conseguiu chegar tão longe? Como ela conseguiu toda essa influência na indústria musical e do showbusiness? Poderíamos dizer que a resposta foi marketing e propaganda? Para alguns estudiosos de marketing, Madonna só foi míope no inicio de sua carreira, onde a grande maioria dos cantores da época somente lançavam discos e se preocupavam em vender os seus LP’s e um ou dois anos depois já não faziam mais sucesso.

Não demorou muito à cantora perceber que essa óptica era míope. Então, ela viu que precisaria ter uma visão mais longínqua, pois chegaria um momento que ela cairia na mesmice e logo seria trocada por outra mais nova, mais bonita, mais animada, que cantasse melhor e por fim, ser esquecida. Tendo identificado isso, ela foi alinhando a sua visão e aprendeu a manter o foco. Ela descobriu que com o talento que possuía, juntamente da técnica, ela conseguiria alcançar voos muito mais altos. Não bastava fazer somente uma boa musica ou um grande show, ela teria que alinhar à técnica.

30 anos de carreira da Rainha do POP, Madonna.

Analisando o contexto histórico musical da cantora, de ‘Madonna’ (1983) seu primeiro álbum de estúdio à ‘Like A Virgin’ (1984) seu segundo álbum, ela pouco tinha trabalhado sua propaganda e publicidade, se comparado a outros grandes artistas da época, como Rolling Stones – reis do rock e Michael Jackson – rei do pop. Porém, com a sua turnê ‘The Blond Ambition’ (1990), Madonna surpreendeu a todos. Além da grande publicidade que fez do seu show, parou o mundo com algo que ninguém não esperava: uma mensagem, que era “Express Yourself”, “Expresse você mesmo”.

30 anos de carreira da Rainha do POP, Madonna.

Madonna queria quebrar todas as regras, misturando temas, como sexualidade e a Igreja. Seu objetivo era mostrar as pessoas que ela poderia ser mais felizes livres dos dogmas da Igreja Católica que, segundo ela, prendia e reprimia os fiéis. Na época, isso foi considerado uma afronta ao santíssimo, peitando de frente com o Papa, que conseguiu proibir que o show fosse realizado na cidade, alegando ser coisa do demônio.
Essa turnê foi considerada a melhor do mundo.

A propaganda que foi feita a partir daí, graças à mensagem que a cantora certeiramente resolveu passar para revolucionar o mundo fez com que o nome de Madonna percorresse todos os povos, línguas e nações, dando a ela a denominação pela crítica como ‘Rainha do Pop’. Iniciava nem aí o reinado da Material Girl.

30 anos de carreira da Rainha do POP, Madonna.

O termo ‘Rainha do Pop’ ganhou força com a intensificação da propaganda que foi feita a partir dessa época. Depois de "The Blond Ambition" veio a turnê "The Girlie Show" (1993) que consolidou a ideia de que ela era mesmo a rainha do pop. Nenhuma artista na época conseguiu crescer tanto, ter uma repercussão mundial como ela conseguiu. Nem Cindy Lauper, que na época era uma das maiores artistas que faziam sucesso, nunca conseguiu se reinventar como Madonna. E a partir dela, ainda nos anos 90 a indústria da musica começou a produzir várias discípulas.

Nos anos 2000, Madonna começou a declinar no cenário musical. O meio estava cheio de novas cantoras, cantoras bonitas, mais animadas, com vozes mais bonitas. Foi a época que cantoras como Britney Spears, Christina Aguilera, Kylie Minogue, Pink, Shakira, dentre outras, explodiram o auge de seus sucessos, cada uma no seu espaço dançar no mesmo palco que Madonna. A ‘Rainha do pop’ não perdeu o trono, mas ela teve que se reinventar e inovar para conseguir o seu prestígio e respaldo novamente.

30 anos de carreira da Rainha do POP, Madonna.

De acordo com a crítica, a turnê ‘Drowned World Tour’ (2001) trouxe uma Madonna careta, velha e cansada. Considerando que nessa mesma época, Britney Spears e Christina Aguilera estavam no auge de sua vitalidade, dançando e cantando perfeitamente, respectivamente, claro. Madonna teve que sentar novamente com a sua equipe de marketing para reavivar o título que recebera, com isso, passou dois anos preparando um novo CD. E finalmente ela voltou para dar um ‘up’ novamente no cenário musical. Ela lançou ‘American Life’, seu nono álbum de estúdio.

30 anos de carreira da Rainha do POP, Madonna.

Neste, ela tentou trazer uma espécie de revolução política, trazendo um em suas letras de musica um ar crítico ao modo de vida americano. Fazendo uma propaganda negativa à administração do governo Bush. Atiçou briga com o presidente dos Estados Unidos, foi perseguida no clipe da musica “American Life”, que foi censurado por ter sido considerado um atentado à bandeira da América. Pura mentira! O presidente George Bush simplesmente não gostou da brincadeira com o seu cover na encenação do clipe. Mas também, era de se esperar tal atitude. Para um homem que mandou fogo num país, tirar um clipe do ar era fichinha. Mas isso só provou de que a briga entre os dois era de cachorro-grande, ou seja, ambos se equiparavam. A sua equipe achou melhor sentar novamente e então conseguiram dar um ‘up’ que Madonna precisaria para reavivar os moradores da Terra. Eles lançaram ‘Confessions On A Dance Floor’ (2005).


O mundo não esperava que a cantora fosse ressurgir com tanta força quanto foi quando ela lançou “Hung Up” e “Sorry”, reiventando a disco music. Sua turnê "Confessions Tour" (2006) foi considerada uma das maiores turnês de todos os tempos. Nela, novamente Madonna chamou a atenção da Igreja quando literalmente subiu a cruz na canção “Live To Tell”; chamou atenção da nação política com o clipe interlude de “Sorry” apresentando um clipe mostrando a situação crítica que os Estados Unidos estava vivendo. Três anos depois, na turnê "Sticky & Sweet Tour" (2009) ela gravou o vídeo “Get Stupid!” que trazia uma mensagem no mesmo estilo, criticando o poder dos manipuladores do jogo. 

30 anos de carreira da Rainha do POP, Madonna.

Hoje, Madonna entende que o poder de influência sobre milhões de pessoas, seus fãs ou não, é de suma importância para levar a todos que recebem sua mensagem através de sua propaganda uma ideologia de paz.

Na musica e no clipe de “Girl Gone Wild” ela inicia com um pequeno discurso religioso, dizendo: “Oh my God, I'm heartily sorry for haven offended tree and I detest all my sins because I dread the loss of heaven and the pain of hell but most of all because I love tree and I want so badly to be good.”, que podemos traduzir para: “Oh meu Deus, eu estou sinceramente arrependida de ter ofendido a árvore. Eu detesto todos os meus pecados porque eu temo a perda do céu e a dor do inferno. Mas acima de tudo, eu amo a árvore e eu quero ser tão má pra ser boa” e podemos analisar como uma oração pedindo remissão de seus pecados à Deus. Talvez, justificando todos os feitos em sua carreira, ou talvez só mais uma jogada perfeita de marketing.

30 anos de carreira da Rainha do POP, Madonna.

Mas uma coisa é a mais pura verdade, depois de obter o poder e a glória de reinar sobre milhões de pessoas, em diversas faixas etárias, povos, nações; se aplicar no grande mercado, vendendo além de sua musica, seus filmes, livros, grife de roupas, como garota propaganda de grandes marcas e também trabalhar em ações sociais.

Madonna parece não sentir que seu tempo de parar está chegando. Quando menos esperamos, ela surge com algo novo, algo grandioso e algo espetacularmente bem feito. E cada dia ela nos prova mais ainda o que ela sempre cantou em “Music”: “I never wanna stop”, traduzido “Eu nunca mais quero parar”. Então, vida longa à rainha.
Se gostou desta publicação e curte os artistas aqui citados, compartilha com seus amigos e segue este blog nas redes sociais. Aqui tem o conteúdo mais pop da internet. Continue acessando!!!

Comenta aí...

Compartilhe

Olha isso...

Anterior
« Mais posts
Proximo
Outros posts »