Britney Spears e Christina Aguilera as maiores popstars de todos os tempos

Britney Spears e Christina Aguilera. Um dia essas duas cantoras pararam o mundo e marcaram toda uma época significante para o mundo POP da música. Hoje, elas são consideradas grandes nomes, felizmente, ainda presentes no cenário musical, mas que ainda disputando um espaço debaixo do sol junto a outras grandes e pequenas cantoras fabricadas pela indústria da música nos dias de hoje. Descubra como Britney Spears e Christina Aguilera se lançaram e cresceram no cenário musical pop mundial.

as maiores popstars de todos os tempos

Tudo começou há 20 anos atrás. Havia um programa na TV da Disney chamado The Mickey Mouse Clube ou para nós brasileiros, Clube do Mickey. Nele, duas doces crianças ganharam um espaço para se apresentar cantando suas musicas preferidas, a fim de divertir milhões de outras crianças que adoravam ficar sentadinhas em frente a TV. Enganou-se quem desacreditou que duas daquelas crianças cafonas e desafinadas fossem se tornar grandes cantoras no atual mundo pop. Eu falo exclusivamente de Britney Spears e Christina Aguilera.

As duas entraram bem pequerruchas no programa em 1992 e ficaram até 1994 quando o programa foi tirado do ar, sabe lá Deus o porquê. Desempregadas, e ainda com grandes seus sonhos, as duas meninas, separadamente, decidiram continuar suas carreiras na música, fora da atração. Britney Spears recebeu propostas de fazer parte de uma girl band, mas seus pais optaram pela carreira solo, então investiram pesado em aulas de canto e dança para a pequena Brit pudesse viver o seu ‘american dream’ e finalmente pronta, gravou seu primeiro álbum de estúdio. Christina Aguilera, por ter chamado muita atenção por sua incrível voz foi chamada para gravar também seu primeiro álbum.

com Justin Timberlake

Em 1998 Britney lançou seu primeiro álbum, “Baby One More Time”, que trazia como carro-chefe do CD as canções “Baby One More Time”, “You Drive Me (Crazy)” e “Sometimes”, com uma roupagem altamente high school, digno de uma estudante louquinha. Enquanto Christina lançou em 1999 “Christina Aguilera”, o CD que trouxe os hits “Genie A Bottle”, “Come On Over (All I Want is You) e “I Turn To You”, num estilo altamente debutante apaixonada. Ambas conseguiram vender milhões de discos, Britney 25 milhões e Christina 18 milhões, além de muitos prêmios consagradíssimos pela Indústria da música.

Logo, alcançaram o sucesso imediato e se tornaram as maiores popstars dos anos 90. Nessa época, a mídia chegou a comparar as duas cantoras, que até então faziam a mesma linha pop, criando até uma relação de competição entre as duas, que sempre foi negado por ambas, mas que sabíamos que Christina morria de inveja de Britney que conseguia vender mais, aparecer mais, sendo bem menos cantora que ela. Britney realmente não cantava nada, ao contrário de Christina que cantava muito, e por isso, foi convidada a cantar “Reflection”, uma música tema do filme Mulan, da Disney.


Em 2000, Christina lançou seu segundo álbum de estúdio, “Mi Refllejo”, seu primeiro álbum em espanhol, trazendo cinco canções do seu primeiro CD em versão espanhol e seis musicas novas, alcançando o primeiro lugar em várias posições da Billboards e vencendo a categoria de Melhor Álbum Pop Vocal Feminino, com “Mi Reflejo”. Enquanto Britney lançou o seu segundo álbum de estúdio “Oops!... I Did It Again”, com os maiores hits da cantora, a faixa título do CD “Oops!... I Did It Again”, “Stronger” e “Don’t Let Me Be The Last To Know”.

Nessa época, ela conseguiu se consagrar como “princesa do pop” graças à sua inesquecível apresentação no VMA daquele ano, onde ela apresentou a canção “I Cant’t Get No (Satisfaction)” introduzindo “Oops!... I Did It Again”. Na apresentação, o mundo vibrou em ver a transformação de uma Britney menina para uma Britney mulher, onde ela explodia na música, apresentando um segundo figurino que mostrava mais de seu corpo e que a aprovava mais sexy. Christina Aguilera novamente torceu o nariz com a estrondosa apresentação da outra loira, contra a sua singela apresentação de “Come On Over” na mesma cerimônia.

A partir daí, veio a explícita competição de espaço entre as duas. A começar, para saber quem era a mais sexy. Percebemos então a rápida evolução do estilo musical das duas de acordo com a coreografia e o tamanho da roupa que usavam em seus mega shows.


Em 2001, Briney lançou seu terceiro álbum de estúdio, intitulado de “Britney”, consolidando-a como uma das maiores artistas da década. Gravando as indispensáveis canções “I’m A Slave 4U”, “Overprotected”, “Boys” e até uma versão de “I Love Rock’n Roll” uma das maiores músicas de todos os tempos, pertencente à Joan Jett, juntamente de um clipe sensualismo, em que Briney mostrou seu corpo perfeito, ganhando grandiosos títulos de beleza como ‘a mulher mais mais desejada do mundo’, ‘a cantora mais bonita da década’ e ‘a cantora mais sexy do mundo’.

Foi nesse ano que a cantora lançou também, o tão esperado primeiro – e único – filme de grande repercussão, “Crossroads – Amigas Para Sempre”, emplacando “I’m Not A Girl, Not Yet A Woman” a música tema do filme que realmente mostrou que ela não era mais uma menina e ainda não uma mulher. O filme fez bastante sucesso entre os britmaníacos e entre a crítica que a elogiou que como atriz, ela era uma ótima cantora.

Nessa ano, Christina gravou o inesquecível hit e vídeo de “Lady Marmalade” ao lado das cantoras Pink, Lil Kim’, Mya e Missy Elliott, para fazer parte da trilha sonora do filme “Moulin Rouge”. Além de começar a gravar o seu novo álbum “Striped” que só foi lançado no ano seguinte, trazendo as imbatíveis canções “Dirtty”, “Fighter” e “Beautiful”. Neste, ela competiu diretamente com Britney para ver quem tirava mais a roupa, e ela ganhou! Vitória desnecessária, pois tanto como vocal quanto como composição do álbum, Christina provou ser melhor que Britney.


Em 2003, foi ano auge do sucesso das duas cantoras. O mundo parou quando as divas, fãs declaradas da Madonna, se apresentaram junto a Rainha do Pop no Video Music Awards cantando a inesquecível canção da Diva mor, “Like A Virgin” fazendo um medley com a canção “Hollywood” também da Rainha, ao lado de Missy Elliot. Mas o que marcou mesmo essa apresentação como inesquecível foi o inesperado beijo entre as maiores cantoras do pop. Encenando um casamento, onde Britney e Christina seriam as noivas do noivo Madonna, as divas levaram a sério o ‘depois do sim’ e chocaram o mundo durante anos com o então feito.

no VMA 2003

Em 2004, aproveitando a deixa da apresentação do VMA 2003 e depois de anos de explícita insistência de Britney, Madonna resolveu gravar uma canção com a loira, então pudemos ter Rainha e Princesa do Pop juntas numa canção: “Me Against The Music” do quarto álbum de estúdio de Britney, intitulado de “In The Zone”. Neste, ela trouxe também “Toxic” outra de suas maiores canções, senão a maior. Christina nessa época gravou sua participação com Missy Elliott a canção “Car Wash” para o filme “O Espanta Tubarões” já que a Rainha do Pop estava a fazer os caprichos da Princesinha. Mas Christina não sentou e ficou parada não, ela se dedicou mais ainda ao seu próximo trabalho, introduzindo a partir de “Tilt Ya Head Back” música com o rapper Nelly o que estaria por vir: o melhor álbum da diva.

grandes sucessos de 2004

Em 2006 Britney começou a despencar no sucesso. A mídia que a princípio tinha colocado a cantora no topo, agora começava a jornada de derrubá-la do pódio. A indústria que antes tinha ganhado bilhões em cima da imagem e música de Britney Spears, agora não a via mais como a queridinha do pop, lançaram-se diversas outras cantoras e todas querendo fazer o que Britney fez e tentando fazer melhor.

E para se manter na mídia, no ano anterior ela lançou duas coletâneas: “My Prerogative” e “B In The Remix”. Mesmo trazendo juntos os seus maiores sucessos em um, ou dois CDs, não foi o suficiente para segurar por mais tempo a diva no topo. Então Britney foi caindo no gosto do público em geral e por fim iniciaram-se os escândalos em sua vida pessoal.

Enquanto isso, Christina se recuou de sua competição contra Britney e começou a partir de verdade para outros ares, consolidando-se como uma das maiores cantoras do século com a sua potente voz, o qual ela trabalhou muito bem no seu quinto álbum de estúdio: “Back To Basics” que foi considerado o melhor e mais completo álbum da cantora.


Em 2007 Britney tomou fôlego novamente, voltou aos palcos no VMA 2007, quando, como de costume, ao som do playback, ela cantou a canção “Gimme More”, só que dessa vez, ela apresentou uma Britney mais gorda e super enferrujada. Mas “Blackout” seu quinto álbum de estúdio, acabou dando um UP na carreira da princesa do pop também com os hits “Piece Of Me”, “Break The Ice” e “Radar” tirando o fôlego de seus fãs nas pistas de dança e nos toplists da TV, rádio e internet, dando o troco na mídia, como que escancarasse para o mundo: EU VOLTEI! E realmente voltou. Enquanto Christina se acabava em sua grandiosa turnê “Back To Basics Tour Live And Down Under” onde levou o seu circo para percorrer o mundo.


Em 2008, dez anos depois do lançamento das duas cantoras, Britney estava lançando seu sexto álbum de estúdio “Circus”, com os hits “Womanizer”, “Circus” e “If You Seek Amy” como carro-chefe do sucesso do CD. Nesse mesmo ano, também teve uma singela homenagem da rainha do pop, Madonna em sua turnê “Sticky & Sweet Tour” com um mashup cantado por Britney que eram reproduzidas as imagens da princesa do pop nos telões da rainha. Em um dos shows, Madonna teve a ilustre presença de Britney para a surpresa e alegria da maioria dos súditos do pop.

Logo depois que Christina fechou a sua temporada circense, Britney trouxe para o picadeiro suas canções para a mesma temática, fazendo de sua turnê “The Circus starring: Britney Spears” a melhor turnê do ano de 2009. E neste ano, lançou a sua segunda coletânea “The Singles Collection” para comemorar os 10 anos de sucessos da cantora. O mesmo fez Christina Aguilera lançando sua primeira coletânea “A Decade Of Hits – Christina Aguilera” enquanto ela estava preparando o seu novo álbum “Bionic” (2010).

Nesse sexto álbum de estúdio, conhecemos X-Tina – seu novo pseudônimo – num álbum que tinha tudo para ser vezes mais famoso, por seu estilo futurístico e cibernético, abordando um lado mais eletrotrônico da sua musica. Mas infelizmente o álbum foi sufocado por conta de seu filme “Burlesque” (2010) que trazia uma temática totalmente diferente do álbum.


Em 2011, Briney lançou “Femme Fatale” seu sétimo álbum. Nele, a promessa era a super exposição sexy jamais vista da princesinha do pop, mas infelizmente o tiro saiu pela culatra, Britney não tinha a mesma jovialidade e preparo físico quando gravou e explodiu no auge de seu sucesso. Infelizmente Britney não era a mesma menina de “Oops!... I Did It Again” e nem dançava tanto quanto em “I’m A Slave 4u”, mas vejamos por uma lado bom, ela ainda canta como quando fazia parte do “Clube do Mickey”. Christina por sua vez, engravidou, engordou e sentou para ver e ouvir os outros cantar – ela se tornou jurada/treinadora do reality show musical “The Voice”, mas aqui e aculá ela dá uma perfeita palhinha no programa ou fora dele, e coloque perfeito nisso, pois mesmo velha e gorda, Christina canta muito. E novo álbum que é bom, só promessa.


A verdade é que, um dia Britney e Christina foram consideradas as mais sexys do mundo, e hoje elas são senhoras velhas e gordas (respectivamente). Porém, sabemos que continuam sendo grandes divas do pop. Apesar de terem sido lançadas no mundo da música na mesma época e disputado o mesmo público, Britney e Christina não tem nada haver uma com a outra.


Verdade sejam ditas, o estilo musical das duas começou parecido e se diferenciou ao longo dos anos, mas ambas ainda suam muito para conseguir o seu milionário pão de cada dia, cada uma no seu quadrado. Sucesso para as duas.

britney spears e christina aguilera as maiores popstars de todos os tempos 2012

Se gostou desta publicação e curte os artistas aqui citados, compartilha com seus amigos e segue este blog nas redes sociais. Aqui tem o conteúdo mais pop da internet. Continue acessando!!!

Comenta aí...

Compartilhe

Olha isso...

Anterior
« Mais posts
Proximo
Outros posts »